Criar uma estratégia de conteúdos para as redes sociais é essencial para te relacionares com os teus clientes e gerar os resultados que desejas. A princípio, fazer um post todos os dias sem te preocupares com o que estás a partilhar ou sem um objetivo, não te vai trazer os resultados que desejas. Vais estar a gastar recursos para nada, pois dificilmente vais angariar novos seguidores ou convencer possíveis clientes a visitar o teu site, ou a comprar.

Portanto, precisas de dedicar tempo à construção da estratégia de conteúdos para as redes sociais, definir o que desejas alcançar, como o vais fazer e como analisar os resultados obtidos.

As redes sociais devem ser canais de comunicação que impulsionem as vendas e que demonstrem a tua autoridade, profissionalismo e confiança, assim, não devem ser vistas como uma montra de “vaidade” sem utilidade.

Mas, sei que pode ser difícil começar, por isso criamos este artigo blog em que te explicamos o que nós próprios fazemos 😉

1- Faz uma auditoria à marca e aos concorrentes

Antes de tudo, analisa o seu estado geral:
– Em que redes sociais estão presentes?
– Como se posicionam?
– Com que frequência publicam?
– Quais os conteúdos com mais engagement?
– Quando existe mais interação?

Se quiseres algo ainda mais completo, faz uma análise SWOT:

Fraquezas: quais os pontos fracos da tua marca? Por exemplo: Não ter experiência em Redes Sociais (para isto temos a solução)
Forças: o que te diferencia? A qualidade do que publicas? A atenção que dás aos teus clientes?
Ameaças: analisa o mercado e vê o que pode prejudicar a tua estratégia de redes sociais;
Oportunidades: desta vez vê aquilo que pode impulsionar a tua marca.

2- Definir os objetivos

Já sei que deves estar cansado/a de ver este ponto como um dos primeiros passos, mas a realidade é que se não estipulares objetivos e não tiveres metas traçadas, como saberás o que fazer e até quando?

Os objetivos a determinar devem ser SMARTS. Sabes o que significa?
S- Específicos: devem ser claros;
M- Mensuráveis: precisas de ser capaz de os medir;
A- Atingíveis: necessitam ser realistas. Podem ser desafiadores o suficiente para alcançares mais resultados, mas pensa em objetivos possíveis;
R- Relevantes: têm que ter importância para o negócio;
T- Temporais: limita os objetivos a um determinado espaço de tempo para manteres o foco;

Aproveita que estás neste ponto e define já as métricas que vais analisar mais para a frente. Escolhe 2 a 3 por cada objetivo.

3- Conhece muito bem o teu público

Não precisas estar em todas as redes sociais. Se conheceres o perfil dos teus clientes, vais perceber em que redes sociais estão, que conteúdo gostam de consumir, quais os horários em que estão online ou quais os temas que lhe interessam.

Podes criar a tua persona, retirando dados do Google Analytics, das próprias redes sociais, analisando os seguidores da tua concorrência ou mesmo perguntando aos teus clientes já existentes.

4- Escolhe as plataformas para a tua estratégia de conteúdos para as redes sociais

Depois de analisares o teu público, vai-te ser mais fácil escolher as redes sociais para trabalhar. Mais vale uma bem estruturada, do que três com pouca ou nenhuma estratégia.

Para cada uma, pergunta-te:
– O meu público está nesta rede social?
– Posso utilizar esta rede social para alcançar algum dos objetivos que me propus?

Se já tens isto tudo escolhido e definido podes passar para o próximo passo:

5- Pensa nos pontos de contacto e ações dos clientes

Conheces a jornada do cliente, o funil de conversão? Boa, agora é só adequar ao digital 👇

Jornada Digital do Cliente

fonte: Mariana Volz

Após estabelecer todos os pontos de contacto entre a empresa/marca e o cliente, aponta as ações que ele faz.

Exemplo: O cliente compra uma peça de roupa no teu site, após ter conhecido a tua marca numa influenciadora portuguesa, onde ela partilhou o link de acesso. (São dois pontos de contacto: Influencer e o teu site; Ações: Viu o post da influencer, entrou no site, viu os produtos, viu as reviews, adicionou ao carrinho e comprou)

Analisa todos os pontos de contacto e todas as ações possíveis de fazer em cada ponto, vê o que está a funcionar menos bem e retifica.

6- Escreve uma declaração de missão para cada rede

Isto vai ajudar-te a orientar-te em cada Rede Social de acordo com cada objetivo.

Por exemplo:

Missão de cada rede social

7- Cria as contas

Isto só se aplica caso não as tenhas já criadas, claro. Se já as tens online, está na hora de as melhorar.
Personaliza cada rede social segundo a identidade da marca, preenche todos os campos e inclui palavras-chave do teu negócio.

Cada rede social tem os seus cuidados, mas não te preocupes que o Tiago Monteiro e o Simone Pretrella vão contar-te tudinho no Curso Completo de Redes Sociais.

8- Constrói um moodboard

Inspira-te em conteúdos de outras marcas ou imagens/vídeos que te identifiques, junta a tua identidade e aí tens o teu moodboard.

Não tenhas medo de pesquisar!

9- Delineia os eixos de comunicação e estipula as diferentes rubricas

Então, cá no Factory temos 2 eixos de comunicação: o ACADEMY e o WORKSPACES.

O Academy é divido por temas, que neste caso, são os cursos, e o Workspaces está dividido pelos serviços.

Eixos de comunicação Factory

Para cada um, temos um conjunto de rubricas diferentes, por exemplo: a rubrica “As histórias do Factory” é onde contamos histórias de quem passa por cá ou a simples rubrica “Em agenda”, onde apresentamos os cursos novos.

Por fim, para cada rubrica indicamos o tipo de conteúdo, ou seja, se é: story, reels, post LinkedIn, publicação em grupos de WhatsApp, etc.

10 – Calendário de conteúdos

Chegamos à parte da criação do plano de conteúdos, vais ver que é mais fácil criar conteúdos agora que tens tudo “estudado” e organizado.

Mas, não te esqueças disto:

80% dos nossos posts devem informar, educar ou entreter o público.
20% podem promover a nossa marca diretamente.

Em primeiro lugar, nós criamos um calendário em excel, em que colocamos por dia, o eixo de comunicação, o tema e a rubrica.

Excel calendário de conteúdos

Depois, passamos para o Trello, em que aí, organizamos as semanas já com o copy, o conteúdo visual e a categoria de conteúdo.

Estratédia de conteúdos para as redes sociais

O Copy e o conteúdo visual podem e devem ser construídos pela fórmula AIDA:
A- ATTENTION
I- INTEREST
D- DESIRE
A- ACTION

E não te esqueças de adequar o formato a cada rede social.

11- Analisa a tua estratégia de conteúdos para as redes sociais

Por fim, analisa as métricas que definiste quando escreveste os objetivos.

Vai anotando em algum lado periodicamente, por exemplo, no Excel, e vê os resultados crescerem 🚀

Curso Redes Sociais

Estas dicas e muitas mais, vão-te ser ensinadas no Curso Completo de Redes Sociais. Além de aprenderes tudo sobre as plataformas de forma orgânica, também vais construir anúncios.

Reserva a tua vaga antes que esgotem.
Começa dia 20 de setembro.

Download Artigo Blog