Quando me perguntam o que faço, a minha resposta é “Gestora de Comunidade” e posso garantir que em 99% das vezes ouço do outro lado a pergunta “O que é isso? O que é que uma gestora de comunidade faz?”
E lá vou explicando – trabalho num espaço de Cowork, onde comunico diariamente com pessoas de várias áreas e vou gerindo o espaço, aproximando as pessoas e criando pontes para que todos possam trabalhar em conjunto.
Numa pesquisa feita na internet, descobri este artigo com a definição perfeita para o que eu faço no meu dia-a-dia: um gestor de comunidade é muito mais do que um gestor de operações, é um construtor e promotor de uma comunidade de pessoas, que facilita a comunicação entre todos, para se criarem parcerias e fomentar o crescimento dos negócios.

Um dos aspectos porque existimos é oferecer espaços de trabalho a um preço mais reduzido, mas o valor da comunidade, que é intangível, tem um grande peso no sucesso de novos projectos.
E eu adoro falar com pessoas, lidar com todo o tipo de géneros e feitios, conhecer todos os dias exemplos inspiradores e poder fazer um match com outras pessoas, que para mim vão resultar em parcerias com sentido!
Se faço bem o meu trabalho? Os Factoryanos logo o dirão, mas espero que sim 🙂
Faltas tu para completar o puzzle desta comunidade. Terei todo o gosto em conhecer-te, ouvir as tuas estórias e ajudar no que for preciso!
Imagem: unsplash