Estamos na Era Digital, disso já ninguém tem dúvidas. O marketing digital tornou-se num aspeto crucial para os negócios de Turismo ou Restauração. Desde as redes sociais ao e-mail marketing, existe uma imensidão de ferramentas e técnicas disponíveis para alcançar os potenciais clientes e convertê-los em vendas.

Enfim, os Restaurantes ou Hotéis dependem fortemente de estratégias eficazes de marketing, e com o aumento da concorrência no setor é muito importante implementar uma estratégia digital para se destacarem.

Afinal, há muitas maneiras de impulsionar este tipo de negócios e aumentar o reconhecimento da marca pelo “mundo”. Por exemplo, eu escrevi algumas que colocaria em prática se tivesse um negócio na Restauração ou ligado ao Turismo.

Em primeiro lugar, para ir de encontro às tendências, começava já por diferenciar-me através da tecnologia.

Implementava um sistema de realidade aumentada para os menus ou quartos disponíveis. Os clientes usavam os próprios smartphones para ver as imagens dos pratos ou quartos. Assim, podiam também ver informações nutricionais e os ingredientes, ou até mesmo combinar diferentes pratos se fosse um restaurante, ou escolher os tipos de camas e o formato do wc, se fosse um hotel.

Definitivamente, seria uma escolha de pratos mais divertida, não seria?

Além disso, os clientes saberiam mesmo o que compravam, o que iria ajudar a anular o número de reclamações.

Então, agora mais dentro do digital, também incluía na minha estratégia:

 

– Site próprio

Este é o mais básico, mas ainda há muita empresa que não usa. Criava um site profissional para mostrar aos clientes e turistas que sou uma empresa de confiança. Mas não me posso esquecer de usar imagens ou vídeos bem escolhidos e de alta qualidade para criar conteúdos envolventes. Estes conteúdos vão ser os responsáveis por converter visitantes em clientes, assim como um copy bem escrito.

– E-mail marketing

Em primeiro lugar, o e-mail marketing é das estratégias mais baratas para alcançares clientes. Promoveria ofertas e promoções especiais, apresentava novos pratos, novos pacotes ou experiências. Criava uma lista de e-mails dos meus clientes ou possíveis clientes, angariava informações sobre eles e, depois, podia personalizar os conteúdos que enviava. Convertendo mais facilmente em reservas. Podia fazer a recolha das informações no meu espaço, no meu site ou nas redes sociais. Possivelmente, daria algo em troca para ser mais fácil obtê-los.

РEstrat̩gia de SEO

Investir em Search Engine Optimization (SEO) melhora a posição dos sites nos motores de busca, isso facilita que os nossos clientes encontrem o nosso negócio online. Incluiria palavras-chave relevantes, criava uma estratégia de conteúdos e atualizava o meu site regularmente.

– Redes Sociais

Estarmos inscritos no Facebook, Instagram, Tiktok e/ou Twitter pode ajudar a alcançar um alargado número do nosso público e criar um burburinho sobre o negócio. Mais uma vez, não me poderia esquecer de que teria de partilhar imagens ou vídeos atraentes, compartilhar opções de menu, mostrar o “behind-the-scenes”. Mas, sobre isto, criamos nas nossas redes sociais dois posts com ideias de conteúdo para partilhares se tiveres um negócio no setor da restauração. Passa por lá e guarda-os.

   

РAvalia̵̤es dos clientes nas plataformas

Um dos maiores impactos no meu negócio que o digital poderia ter é nas avaliações, em plataformas como o TripAdvisor ou o TheFork. Incentivaria os clientes a deixar um comentário após a visita, oferecia incentivos ou facilitava o seu uso ainda dentro do meu espaço. Depois, podia incorporar estas avaliações no meu site e partilhar também nas redes sociais. O e-mail Marketing também pode ser utilizado aqui, tanto para pedir avaliações, como para mostrar as avaliações que já tenho.

– Google Mybusiness

É gratuito e permite às empresas gerir a presença online, incluindo mapas e a pesquisa. Atualizaria regularmente as informações, como a localização e os horários. Partilhava fotografias do meu negócio e respondia às avaliações dos clientes. Isto melhorava a visibilidade e credibilidade do meu negócio, tenho a certeza.

– Influenciadores

Podia fazer parcerias com microinfluenciadores da indústria do turismo ou restauração. Eles podem ajudar a aumentar a visibilidade da minha marca e atrair um público de nicho. Claro que tinha que escolher os influenciadores que se alinhavam com os valores da minha marca.

РMarketing de conte̼dos

O que é? Consiste em criar uma estratégia de conteúdos relevantes para o teu público de forma consistente. Vai ajudar-me a atrair e a reter um público já segmentado. Podia fazer isto através de artigos de blogue no meu site, posts nas redes sociais, artigos nos jornais ou revistas, vídeos no Youtube ou Tiktok, posts nas redes sociais ou blogues de parceiros, etc. Criava conteúdo que respondesse ao que o meu público pergunta e no que tem interesse. Podia partilhar sobre os eventos locais ou dicas de viagem, mas são imensos os conteúdos que podes partilhar. Aqui podes colocar um tema e ver o que pesquisam à volta disso.

РCampanhas de an̼ncios

Neste caso até só faria, numa fase inicial, campanhas publicitárias locais, para aumentar a visibilidade e atrair clientes que já estejam na região, isto se fosse um restaurante. Se fosse um hotel seria diferente, faria até campanhas para pessoas que pesquisassem sobre a região onde tenho o negócio. Utilizaria plataformas como o Google Ads ou Facebook Ads para atingir um público específico, para uma zona específica e com interesses específicos.

Uma dica para ti: Não te esqueças de acompanhar os resultados e otimizar os anúncios.

https://factorybraga.com/academy/marketing-digital-para-turismo/

Entre o online e o offline, sim porque tudo está ligado:

 

РParcerias com promotores de turismo, ag̻ncias, guias da cidade, etc

Oferecia descontos ou pacotes especiais aos turistas que visitam a região, para isso podia fazer parcerias com empresas ligadas ao turismo, desde agências, aos guias e motoristas. Podia também estar presente nos seus sites e folhetos.

– Eventos

Degustação de vinhos, festivais de comida, aulas ou demonstrações de culinária, música ao vivo, recital de poemas. Criava uma experiência memorável para os meus clientes e assim aumentava o “word of mouth”. Também podia celebrar eventos da cidade ou fazer parcerias com outras empresas locais e fazer um grande evento para a comunidade. A minha marca ficaria mais reconhecida localmente.

– Ofertas especiais ou pacotes

Descontos em alguns pratos ou reservas, experiências únicas, pacotes de grupo, menus especiais. Tanto as ofertas, como os pacotes são uma ótima maneira de atrair turistas e clientes.

Uma última dica para Restauração

(mas que pode ser pensada e reformulada para turismo)

Criava uma secção de degustação personalizada. Os clientes podiam preencher uma espécie de questionário antes da visita onde davam informações sobre as preferências e restrições. Depois o chef preparava uma série de pratos especialmente para os clientes. Isto tornaria a visita do cliente muito mais exclusiva e pessoal.

Então, o que achas da minha estratégia para o meu próximo hotel ou restaurante?

Para aprenderes mais sobre cada uma delas e ter acesso a novas estratégicas, dicas e ferramentas é só participares no nosso Curso de Marketing Digital para Turismo e Restauração.