Então, claro que temos o nosso tradicional artigo de tendências de marketing digital para 2021 🚀

Afinal, este ano veio a Covid-19 e trocou as voltas a todo o mundo. Só este ano, o digital cresceu aquilo que era para crescer nos próximos 5 anos. E aposto que passaste mais tempo na internet este ano do que a média dos últimos anos, acertei? E não foi só para falares com os teus amigos e familiares, pois não? Foi para trabalhar, fazer compras, encomendar comida, participar em reuniões e encontros via Zoom ou Google Meet. Assim foram horas e horas ligados à internet, até as empresas de telecomunicações tiveram que fazer um update de tanta gente que estava online. 🥵

As empresas foram obrigadas a transformar-se rapidamente. Aliás, quem, depois deste ano, não passar para o digital vai ter problemas num futuro muito próximo. Quem avisa amigo é 😇

Portanto, os acontecimentos deste ano levaram a novas necessidades e a novas tendências. Vamos a elas?

 

1- Valorização das Lives

Com a limitação de andar nas ruas, as pessoas valorizam e vão valorizar ainda mais as experiências em direto. Arrisca 😎

Tendências Marketing Digital para 2021

2- Chatbots (uma das tendências de marketing digital para 2021 que já vinha de 2020)

Consegues estar 24h/7 dias por semana online a responder a clientes? Não. Mas os clientes estão online 24h/7 dias por semana e querem respostas na hora. Implementa um chatbot no teu site 👾

3- Automação em e-mail marketing

Estar presente na vida dos clientes é importante, e adequar os conteúdos às necessidades deles ainda mais. As pessoas preferem produtos, serviços e conteúdo personalizado, tu não preferes? Ah! É aqui que voltam as respostas na hora. O teu cliente faz-te um pedido de contacto e nem sempre estás disponível para lhe responder naquele segundo. Contudo, se tiveres uma automação preparada, o cliente recebe logo as informações que pediu. E não foge para a concorrência. 🦾

4- Nanoinfluenciadores

Já ouviste falar? São pessoas que, como qualquer um de nós, fazem uma compra ou usufruem de um serviço e dão o seu feedback por e-mail, comentários, publicam nas próprias redes, etc. É quase como um boca-a-boca, mas digital. Nós, pessoas, confiamos mais em humanos do que em marcas. Isto significa que compramos mais facilmente se virmos comentários de outras pessoas, a falar sobre o produto, do que se for a própria marca a explicar um benefício.

Já agora, conheces a Raquel Gouveia? Ela frequentou o curso de Google Ads e deixou-nos o seu feedback no questionário de avaliação de curso:
Curso de Google Ads
O curso é muito interessante e penso que útil para quem está a trabalhar nesta área. Mesmo para quem não trabalhar com a ferramenta como eu, consegui ter uma perceção muito maior do que é e de como funciona, o que me dá mais segurança para arriscar e começar a utilizar com base nos conhecimentos adquiridos.” 

Isto é um exemplo de uma nanoinfluenciadora. Obrigada Raquel 🧡

5- Conteúdo interativo

Estamos em ano de distanciamento social/físico, por isso estamos cheios de vontade de interagir. Ou seja, as marcas precisam de investir em conteúdo que apele à interação das pessoas. Jogos, concursos, quizzes, ebooks (já conheces o nosso?), infográficos, questionários, filtros, calculadoras, vídeos interativos… Lembraste de mais algum exemplo?

Ebook Marketing digital Grátis

6- TikTok e Reels

Acho que já todos percebemos que estas duas plataformas vão crescer durante o próximo ano. No início da pandemia, o TikTok foi das aplicações mais descarregadas e por isso temos que ficar com um olho lá, para ver o que se vai passar durante o próximo ano. Novas formas de publicidade para os anunciantes? Parcerias com os criadores de conteúdo? Qual é o algoritmo destas ferramentas? Vamos descobrir 😎

Para ver tudo que já sabemos sobre o Reels, está aqui. 

7- Pesquisa por voz

Não somos malucas não, mas ocasionalmente lá nos apanhas a falar para aparelhos 😂  Afinal, cada vez mais pessoas se deixam contagiar pela praticabilidade de equipamentos, como a Alexa da Amazon, que nos liga a música e desliga as luzes (só falta mesmo acender as velas 🕯). A pesquisa por voz é todo um mundo ainda por explorar.

8- Pesquisas sem cliques

“Adriana, que é isto?” Pois, o Google está empenhado em apresentar as respostas que as pessoas procuram logo na primeira página, sem que tenham que clicar para ver se é aquilo que procuram.

Achas que vai ser um problema para o SEO? Aplica-te no snippet (fragmento) do teu conteúdo:

Tendências de Marketing Digital para 2021

Entretanto, inscreve a empresa no Google My Business que também é uma excelente forma de começar. É até uma tendência de marketing digital para 2021, coloca a empresa no mapa.

9- Última tendência de Marketing Digital para 2021: Marcas humanas

Enfim, mostra emoções, problemas e soluções (até rima). Afinal, uma marca tem que conseguir relacionar-se com pessoas, e para o conseguir, tem que mostrar sentimentos e que são humanos a trabalhar no backoffice.

 

Então, sugeres outras tendências de marketing digital para 2021? Deixa nos comentários 😊

 

Antes que vás embora, passa pela nossa agenda de cursos adaptados às novas tendências, como sempre 🧡

Feliz Ano Novo 🥂