image

A Harvard Business Review é especialista em negócios de sucesso, e recentemente dedicou um artigo que explica por que profissionais ou projectos num ambiente cowork são mais propícios ao sucesso.

Após uma série de entrevistas e questionários, encontraram três lições que os ambientes mais “tradicionais” devem aprender com espaços como o
Factory Braga
e a nossa comunidade!

#1 People who use coworking spaces see their work as meaningful.


No
Factory Braga encontramos este sentimento diariamente!
Os nossos Factoryanos são empreendedores que arriscaram e investiram nas suas ideias e talentos únicos. Vivemos em permanente colaboração, não só na interajuda necessária no dia-a-dia, mas também pelo estabelecimento de parcerias comerciais

Afinal, valores de reforço da comunidade, colaboração, aprendizagem e sustentabilidade fazem parte do
Coworking Manifesto
e da nossa identidade.

#2
They have more job control. 

A autonomia e uma melhor gestão do tempo são essenciais para os nossos Factoryanos. Estamos abertos 24/7, o que permite maior equilíbrio entre a vida pessoal e a profissional. Por outro lado, tanto podem trabalhar no espaço de cowork, como num espaço individual que permita maior concentração. Enfim, já que todos os dias são diferentes, o trabalho também deve ser adaptável!

#3
They feel part of a community. 

No Factory Braga todos se conhecem! Sejam os clientes virtuais, ou caso estejam no espaço de cowork ou em escritórios privados: não há cá timidez e o nome do Factoryano está sempre na ponta da língua. Para além da habitual interacção quotidiana, são vários os eventos de acolhimento e networking para a comunidade em que podem participar.

Com tantos bons motivos para trabalhar num espaço assim, para quê ficar em casa ou ter um escritório mais “tradicional”? Convidamos todos – os freelancers, os empreendedores, os empresários – a conhecer o nosso espaço. O Factory Braga tem solução à medida de cada um e uma comunidade que irá, garantimos, marcar pela diferença!

Copy: Isabel Leirós
Fonte:
Harvard Business Review

Imagem: Unsplash.com