Editar fotografias tem vindo a tornar-se uma competência necessária no mais comum dos mortais 😅 Pois é, estamos na Era em que praticamente todas as pessoas gostam de tirar fotografias e postar nas redes sociais, ou então precisam de partilhar imagens dos produtos/serviços dos seus negócios.

No entanto, para conseguir chamar a atenção no meio de tanto conteúdo é necessário oferecer imagens bem tratadas, que transmitam profissionalismo e cuidado. Mas, como fazer isso se não somos fotógrafos profissionais?

É a esta pergunta que vamos responder hoje 😎

Aposto que já testaste tudo o que pode ser editável numa fotografia: contraste, saturação, luminosidade, sombras, etc. Fizeste muito bem, aliás os fotógrafos profissionais continuam a utilizar estas edições básicas para criar verdadeiras obras de arte.

 

Antes de passarmos para os 4 ajustes principais que podes utilizar, vais avaliar a tua fotografia.

E para isso, começa por olhar para a imagem e faz-te algumas perguntas:

  1. O que queres que “salte à vista”? Uma peça de roupa, as mãos, a cara, a lua, um animal?
  2. Para onde vão os teus olhos quando a olhas? Qual o caminho que percorrem quando vês a imagem pela primeira vez?
  3. Há algo que não devia estar na fotografia? Por exemplo, lixo, pessoas, cores, etc?
  4. Para finalizar, qual é a sensação ou sentimento que queres que desperte? Amor, compaixão, alegria, tristeza, confiança?

Com isto terás um ponto de partida ou um objetivo para a edição.

Exemplo edição de fotografia

Também te deves estar a perguntar se existe uma ordem de edição. Todos os ajustes estão ligados entre si, mas não existe uma regra (pelo menos que eu conheça) que determine a ordem.

Eu começo pelo corte ✂️

Corte

É o ajuste mais básico, mas consegue alterar toda a composição fotográfica. Podes querer um pormenor, ou uma imagem ampla, retirar parte da imagem que está a mais, ou redefinir o enquadramento. Tudo isto pode modificar os próximos ajustes.

Até para as redes sociais é necessário colocar no tamanho correto. Queres uma imagem quadrada, 4:3, na vertical ou na horizontal? É para o feed ou para as stories?

Então o que podes editar no corte?

Além do tamanho, consegues:

  • Localizar o teu ponto de foco
  • Eliminar partes indesejáveis
  • Alinhar a fotografia
  • Ampliar detalhes
  • Colocar na orientação que queres
  • Verificar e corrigir assimetrias
  • Transformar para o design (como torná-la redonda)

Por exemplo:

Nesta fotografia a mulher é colocada ao centro como o aspeto principal da imagem, todavia, a linha do horizonte está desnivelada. Editar fotografias

Podes regularizar a linha:

Editar fotografias

Outra opção é cortar propositadamente, ou arrastar para um dos lados a mulher para tornar a fotografia mais artística.

Editar fotografias

Mas precisas ter cuidado com este corte, para não acontecer chamar a atenção para outro objeto, neste caso o iate.

Se preferires ir mais fundo amplia a imagem para dar importância a um aspeto em particular, como o chapéu:

 

Tem consciência é que ao editar fotografias e fazer variações drásticas, arriscas-te a que a qualidade das imagens diminua.

 

Brilho

Basicamente este ajuste é capaz de escurecer ou clarear uma imagem. Contudo, clareia ou escurece toda a imagem de uma vez, ou seja, tanto as zonas de sombra como as zonas com mais luz são clareadas ou escurecidas. Certifica-te que não melhoras um aspeto e pioras outro.

O meu conselho é que optes por editar as sombras e os brancos em separado (isto se fores mais exigente). Tens estas opções nos softwares de edição.

Voltando ao brilho, se clareares dás um tom mais nítido à fotografia, tornando-a mais alegre. Ao escurecer vais dar um ar mais frio, mais melancólico. Vamos a dois exemplos.

Imagem com mais brilho:

Editar fotografias

Imagem com menos brilho:

Consegues ver as diferenças?

A segunda imagem fica mais dramática, dá-nos uma sensação quase de angústia. Porém, podes utilizar o escurecimento de uma fotografia para dar mais ênfase a zonas mais claras.

No curso de Fotografia e Princípios de Design para o Digital, a Graziela Leite vai ensinar-te todos os truques necessários para transmitir a mensagem que precisas, só com a fotografia. Afinal, uma imagem vale mais que mil palavras, não é?

Cursos Fotografia e Princípios de Design para o Digital

Para finalizar, claro que existem ferramentas mais avançadas que medem a intensidade da luz e por aí fora, mas tu podes utilizar o teu gosto e a tua intuição. Doseia o brilho à tua vontade e testa.

 

Contraste ao editar fotografias

O contraste na edição de fotografias, denota a diferença entre zonas escuras e claras. A diferença entre os tons escuros e claros vai realçar texturas e formas. Portanto, quando aumentas o contraste acontece que as zonas claras, ficam mais claras e as zonas escuras, ficam mais escuras.

Mais contraste: realça a pessoa e o fumo, disfarça o fundo da cidade.

Editar fotografias

Menos contraste: torna menos nítida e dá um ar mais vintage.

 

Saturação

De uma forma simples, a saturação ao editar uma imagem, corresponde à intensidade das cores. Isto é, as cores ficam mais coloridas ou não. Mais uma vez, é um ajuste que é adicionado a toda a imagem. Se tiveres que aumentar a intensidade de uma só cor, tens que selecionar a edição de intensidades por cor (one more time, se quiseres ser mais exigente).

Converter uma imagem numa mais colorida, nem sempre é uma boa opção. Podes aumentar a intensidade da fotografia, mas, em simultâneo, estar a dar mais cor a áreas que não eram o teu objetivo. Nem sempre a imagem fica mais chamativa.

Uma dica: sê subtil, vai gradualmente analisando o que a intensidade faz a todos os elementos da imagem, e não tornes a imagem muito superficial, por exemplo, o tom de pele de uma pessoa deve continuar natural.

Com o diminuir da intensidade também consegues resultados espetaculares. Este efeito sobreleva as silhuetas ou cria uma sensação de minimalismo.

Exemplo com mais intensidade:
Editar fotografias saturaçãoCom menos intensidade: Editar fotografias saturação
Como podes editar fotografias?
  • Adobe Photoshop
  • Adobe Lightroom
  • VSCO
  • Facetune 2

Utilizas mais algum?

Por fim, é inquestionável que ter conteúdo visual apelativo é fundamental para cativar qualquer audiência. Por isso criamos a formação Fotografia e Princípios de Design para o Digital que te irá dar os conceitos e as técnicas introdutórias para criar fotografias e designs que ficam na memória e contam histórias envolventes. Conto contigo?

Começa dia 15 de junho e as vagas são limitadas. Reserva já a tua 🙌

 

 

Imagens: Unsplash